Energia solar fotovoltaica é um investimento!

21 jul

Energia solar fotovoltaica é um investimento!

Motivos pelos quais é um investimento instalar um sistema de energia solar fotovoltaica !

  • Matriz energética brasileira.

A Matriz energética Brasileira já considerada limpa, pois a maior parte de energia consumida no Brasil é produzida pela hidrelétrica.

Porém, como podemos ver, nos últimos anos não é uma fonte inesgotável, e sentimos isso diretamente na conta de energia, que em tempos de estiagem as termelétricas são ligadas.

Com isso foram criadas as bandeiras tarifarias para compensar as distribuidoras de energia.

         

  • Localização privilegiada

O clima do Brasil e a localização geográfica entre os trópicos, faz do Brasil um dos países que mais recebe irradiação solar ao longo do ano.

Nosso país recebe irradiação entre 1.500 a 2.300 KWH/M². ano, ou seja, nosso menor índice é maior que em país onde a energia solar já é difundida.

  • Tarifa de energia muito alta.

A carga tributária que incide em nossas contas energia de é muito elevada o ICMS e PIS/COFINS chegam a representar quase 40% do valor final.

O valor elevado da tarifa de energia faz aumentar ainda mais viabilidade dos sistemas de energia solar fotovoltaico.

O “payback” (tempo de retorno do valor investido) seja ainda menor, inferior a 5 anos sendo que a vida útil do sistema é de 30 anos.

Vamos exemplificar uma situação: uma residência em São José dos Campos:

  1. Consome 400KWh/Mês,
  2. Custo do KW na média anual de R$0,68,
  3. Valor da conta de energia R$275,00.
  4. Preço de um sistema fotovoltaico para essa situação em torno de R$18.000,00. 

                Valor pago na Conta de energia x 12 meses = R$3.264,00

                 Ou seja o sistema rende a 1,5% ao Mês, mais do que a maioria das aplicações e sem nenhum risco

                

  • Legislação 

As Resoluções 482 e 687 da ANEEL estabeleceram regras para o sistema de compensação de energia:

                – Os créditos obtidos pela geração de energia podem ser utilizados em até 60 meses.

                – Empreendimentos com múltiplas unidades consumidoras: os vizinhos podem se reunir e gerar energia através de um único sistema e compartilhar os créditos.

                – Geração compartilhada, ou seja diversos consumidores podem gerar energia em um determinado lugar e abater de outros imóveis (desde que seja da mesma distribuidora de energia) – por exemplo posso gerar energia na minha casa e abater da casa da minha mãe, irmã… ou outro imóvel.

  • Incentivos

Além disso o Governo criou em 2015 o ProGD que prevê algumas ações:

                 – Criar e expandir linhas de crédito e financiamento de projetos.

                – Incentivar industrias de componentes e equipamentos do setor

                – Capacitação e geração de empregos para atuar na área

                 Você pode reduzir seus gastos com eletricidade e ainda de forma econômica e sustentável gerar sua própria energia.

                Entre em contato conosco, solicite um orçamento !